Silêncio sobre os milagres operados em Lourdes

11/02/2024

No dia 11 de fevereiro celebra-se a aparição de Nossa Senhora em Lourdes [1858]. Sobre ela já temos feito vários comentários. Mas há um ponto a respeito do qual toda insistência é pouca. Nossa Senhora indicou a Santa Bernadette Soubirous [foto abaixo] um lugar no chão e ordenou a ela que o escavasse, pois encontraria uma fonte de cujas águas resultariam muitos milagres.

Esse fato foi visto por um grande número de pessoas que assistiam a aparição em torno da gruta de Lourdes. Santa Bernadette obedeceu e surgiu uma minazinha de água, que se transformou na famosa fonte de Lourdes, na qual as pessoas se têm banhado e alcançado milagres.

Santa Bernadette Soubirous. Seu corpo permanece incorrupto até os presentes dias.

Esses milagres são verificados por uma junta médica. Qualquer um dos médicos tem o direto de examinar os doentes antes de entrarem na piscina de Lourdes. São exigidas radiografias, exames médicos etc., que atestam que o doente sofre dessa ou daquela doença. Comprovada a natureza da enfermidade, o doente entra na piscina. E com certa frequência, sai imediatamente curado, o que constitui um indiscutível milagre tratando-se de doenças incuráveis.

Entretanto, notem a maldade do mundo contemporâneo: esses milagres se realizaram em quantidade, mas quase não se fala disso. Maldade enorme por parte dos que não creem, apesar desses milagres. Maldade muito grande também por parte dos que creem, mas não fazem propaganda desses milagres, até os abafam. Nossa Senhora faz maravilhas contínuas e os homens não sabem agradecer. É uma das razões por onde se considera que os castigos anunciados em Fátima [1917] são de todo em todo explicáveis. É o desfecho natural da História contemporânea. É a ingratidão obstinada em relação aos milagres operados em Lourdes. (Fonte: Agência Boa Imprensa)

1-Já pratiquei superstição ou ocultismo? Acredito sem hesitação nos ensinamentos da Igreja sem criticar seus pastores? Recebi a Comunhão em pecado mortal? Recebi a Confirmação ou o Casamento em pecado mortal? Jurei desnecessariamente ou falsamente? Eu menti ou omiti algum pecado mortal do sacerdote na Confissão? Profanei o Templo, os objetos ou as...

Desde o Concílio Vaticano II, a religiosidade popular tem sido promovida e até exaltada como expressão legítima da fé nos leigos. E é claro que não se pode, nem se deve, negar ou fazer uma alteração total de tal realidade e efeitos espirituais positivos para as almas; almas que, talvez por esse meio, tenham sido integradas à vida sacramental...

Um ótimo livro para você. As virtudes e os valores que moldam a Mulher Católica, a importância da humildade e do perdão também são abordados e não poderia faltar o exemplo de Maria: a mulher católica como modelo de devoção e entrega. Veja aqui...