Como passar o ano de 2024 em estado de graça

27/01/2024

Que tal passar o ano de 2024 em estado de graça? É uma proposta que todos nós deveríamos atender pois disto depende nossa salvação. A receita é simples; vigiar-se a cada instante contra os pecados veniais, não praticar nenhum pecado mortal e confissão frequente.

O confessionário é a oficina de nossa alma. É lá onde entramos cheios de imperfeições e quebrados pelos pecados e saímos renovados e leves, prontos para mais uma etapa da vida.

Nunca devemos esquecer de nossos grandes inimigos; o mundo, a carne e o demônio. Fugir do mundo deve ser feito através do desapego às coisas materiais, ao brilho que nos fascina e engana. Da carne é ainda mais difícil pois é nosso corpo que insiste em desobedecer a alma. Devemos domá-lo com força e fugir das ocasiões de pecados relativos à carne. Envolve todos os nossos órgãos dos sentidos. O que mais faz as pessoas caírem é a visão, assim devemos estar atentos. E por cima de tudo isto está o demônio rondando a espera de uma oportunidade para laçar-nos.

Os santos souberam lidar com perfeição com esses inimigos. Cada um à sua maneira. Uns, que se viam tentados pelas criaturas, fugiam para o deserto, outros castigavam seus corpos e ainda outros se refugiavam do demônio através da oração.

Podemos seguir esses exemplos. Uma vida de poucos amigos e bem selecionados será o nosso deserto. A grande maioria dos pecados vem das más companhias. Os pecados de sensualidade vem através de nosso próximo. Assim, quanto mais distantes das pessoas melhor. Elas devem ser usadas por nós sim, para aconselhamento com aquelas que nos pode ajudar, como os confessores, e aquelas necessitadas para que possamos praticar a caridade.

Quanto ao nosso corpo podemos fazer como os santos. Sobriedade no vestir, fugir de hábitos que como a vaidade e a gula e impor a vontade da alma acima de tudo.

O hábito da oração nos permite fugir do demônio. Assim, mesmo no trabalho, no transporte e a qualquer hora podemos estar em oração.

Existem muitos outros recursos dos quais podemos nos valer para auxílio de nossa alma neste ano de 2024. As leituras da vida dos santos, da bíblia, ver vídeos inspiradores de bons padres, participar da Santa Missa com fervor e assiduidade, visita ao Santíssimo e aos santuários e participar de indulgências.

Devemos lembrar que a Igreja sofrerá perseguições terríveis neste ano. Não corramos atrás de novidades, mas sigamos a Igreja tradicional deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Não nos enganemos com falsas doutrinas, principalmente aquelas que desejam agradar ao mundo fazendo de conta que tudo é permitido. (Redação "Vida e Fé Católica)  

Um bispo anglicano, referindo-se ao protestantismo, disse que ele consiste em acreditar em tudo o que você quer e fazer tudo o que você acredita. O protestantismo aceita essa afirmação sem surpresa, porque é a realidade de sua doutrina. Ele não sabe indicar o que é necessário para ser cristão, aliás, sustenta que é inútil saber. Não tem símbolo...